Chave com Chaveiro de casa

O aumento da Selic influencia na comercialização de imóveis?

SELIC
é a taxa básica de juros da economia. Ela pode ser usada para calcular os juros de empréstimos bancários. A sigla significa Sistema Especial de Liquidação e Custódia.

AUMENTO
O Copom anunciou no dia 17 de março o aumento de 0,75 pontos percentuais na Selic. Esta é a primeira alta de juros em quase 6 anos, chegando ao valor de 2,75%. Entretando essa variação não foi nenhuma surpresa já que a taxa estava operando em níveis baixíssimos há algum tempo.

ÍNDICE HISTÓRICO
Como a taxa Selic estava em seu menor patamar histórico, a 2%, a interpretação de especialistas é de que esse primeiro aumento não tenha muitos efeitos no curto prazo. Pensando de forma relativa, os juros básicos subiram bastante dessa vez.

FIQUE DE OLHO
O Banco Central do Brasil já indicou que para a próxima reunião o ritmo de alta deve se manter. Ela está prevista para 4 e 5 de maio, e o aumento deve continuar em 0,75 pontos percentuais.

MOTIVO DO AUMENTO
Para o Copom, o aumento foi motivado pela alta nas projeções de inflação e no balnço de riscos entre estímulos à economia versus perda de controle nos preços.

MERCADO IMOBILIÁRIO
O maior impacto na compra e venda de imóveis é quanto ao crédito imobiliário, que podem ter taxas de juros aumentadas. Ainda, quanto maior a remuneração da renda fixa, menor o estímulo para mover recursos para a economia real, onde está o setor imobiliário.

Mulher jovem preta sentada no terraço observando a vista.

 

Simule o seu financiamento e veja o que mudou.

Faça a simulação através dos sites da:

Saiba também quanto você precisa ganhar para conseguir comprar seu imóvel.

Faça a simulação através da calculadora da Vertra.